Paraguai – Contagem Regressiva Étnica

Retornando à América do Sul, vamos conhecer um pouco mais do Paraguai. Temos aqui para abrir as curiosidades, uma de certa forma brasileira, o tereré é a bebida mais popular do país. O Paraguai reconhece dois idiomas o espanhol e o guarani, e tem nome oficial para ambas República del Paraguay em espanhol e na língua indígena é Tetã Paraguái, curiosamente é o único da América a ainda ter o guarani como uma das línguas oficiais. Sabia que a bandeira do Paraguai tem frente e verso? É a única do mundo a ter isto, além de ter símbolos diferentes em cada face.

Antes da chegada dos colonizadores europeus habitavam o território paraguaio apenas indígenas, em sua maioria os Guarani, não existem relatos do período pré colonização, pois não se tinha uma forma escrita, mas a agricultura já era uma prática comum, principalmente mandioca,milho e amendoim, a mandioca até hoje está nos principais pratos paraguaios. Os guaranis se juntaram com os europeus para enfrentar tribos consideradas perigosas. A colonização espanhola foi marcada pela fundação de vilas, colonias e fortes para limitar o território paraguaio, pois no Brasil começava a expansão portuguesa. Aqui começa a se formar a população do país com a miscigenação de guaranis e espanhóis com a fortificação que deu origem a cidade de Assunção em 1537, a cidade cresceu rapidamente e se tornou parte da rota pela qual vinham metais preciosos do Peru, então Assunção se tornou capital da província espanhola na América do Sul.

Avançando no tempo chegamos a 1600 na chegada dos jesuítas a região, vindas de onde hoje fica o Paraná no Brasil, chegaram ao Paraguai, diferente de outros lugares respeitaram e transcreveram a língua guarani. Durante este mesmo período ocorriam disputas de interesse entre as províncias espanholas de Assunção e de Buenos Aires, no qual o Paraguai perdeu acesso ao mar, o Tratado de Madrid também foi prejudicial ao país, fazendo ele ficar completamente isolado, além das constantes reorganizações das províncias empurrando o Paraguai para todos os lados. Durante o século XVIII o Paraguai começou a ter um movimento em direção à independência conforme viam que o território perdia importância, seguindo as ondas de independência quando Argentina estava neste processo as coroas espanholas e portuguesas pediram auxílio aos paraguaios que se recusaram e pediram independência, que foi proclamada no início do século XIX.

A imigração paraguaia para o Brasil não ocorre em um período específico, como fomos todos províncias de Espanha e Portugal a movimentação constante da população em si caracteriza a imigração paraguaia, desde sempre um país esteve sob influência do outro na formação cultural. Como podemos ver, podemos até dividir um tereré com nossos vizinhos na Tríplice Fronteira.

REFERÊNCIAS:

https://pt.countryeconomy.com/paises/paraguai
https://meuartigo.brasilescola.uol.com.br/educacao/historia-do-paraguai.htm#:~:text=A%20HIST%C3%93RIA,fundaram%20Nossa%20Senhora%20da%20Assun%C3%A7%C3%A3o.
https://www.infoescola.com/paraguai/historia-do-paraguai/
https://benignonovonovo.jusbrasil.com.br/artigos/886598585/historia-do-paraguai

Siga o Instagram da EXPOFEST e fique por dentro dos BASTIDORES do maior evento multiétnico do país!

Siga o Instagram da EXPOFEST e fique por dentro dos BASTIDORES do maior evento multiétnico do país!

POSTS RELACIONADOS