China – Contagem Regressiva Étnica

Vamos sair da maior ilha do nosso continente e vamos para o outro lado do mundo, a China. A China não é o maior país do mundo, mas o mais populoso. São utilizados em média 45 bilhões de hashis por ano, para isso são cortadas em média 20 milhões de árvores por ano. O país tem uma política de único filho para controle populacional, por isso muitos pais abandonam as filhas mulheres. Na China, parentes acima de 60 anos têm visitas regulares dos parentes garantida por lei. A China é a maior exportadora e segunda maior importadora do mundo. 10% dos bilionários do mundo são chineses. Os portugueses colonizaram Macau, e até hoje o português é um dos idiomas da cidade, com rádios e aulas.

Os primeiros habitantes da China, datam de mais de 500 mil anos atrás, desenvolveram a agricultura em torno de 8.000 a.C, dentre as produções já estava o arroz, além da agricultura já domesticavam animais, a escrita mais antiga da China data de 2697 a.C. á 2597 a.C. que foi feita pelo imperador chines Huang Di. A grande marca histórica do período foram as 3 Dinastias: Xia, Shang e Zhou. A Dinastia Xia existiu de 1.900 a 1350, Shang 1.766 a 1.122 e a Zhou de 1.122 a 256. A Dinastia Xia desenvolveu a base de toda a organização e sociedade chinesa da época, comércio, medicina e agricultura, mas o último rei da dinastia foi deposto por ser corrupto, assumindo o governante da próxima dinastia. A Dinastia Shang melhorou a organização além de ter apoio da alta classe do país por vínculo familiar, seja parentesco direto ou matrimônio, assim os governantes tinham mais facilidade de fazer investimentos e pedir favores às lideranças locais, com este apoio focaram em expandir o exército e o território. A China acreditava que o governante tinha o Mandato Divino, onde o governante tinha direito divino, mas os Zhou reivindicaram este direito, conflitos internos ocorreram até a vitória de Zhou, que tinha aliança com 8 nações e as tropas de Shang se rebelaram pela crueldade de seu líder. O governo de Zhou foi mais liberal, o que permitiu que vários pequenos estados se formassem, então a nobreza assumiu o papel de alfabetizar e desenvolver a população, que incentivou movimentos de separação e descentralização do estado, este movimento marca o fim da Dinastia Zhou, pois estados se declararam reinos e fez com que zhou entrasse em guerra com eles.

Assim começa o período chamado de Guerra dos Reinos Combatentes, eram 7 reinos tentando o controle do território, a Dinastia Qin saiu vencedora e unificou o território principalmente sob a mesma língua, escrita, moeda e sistema métrico. Assim começa a China Imperial, o governante de Qin ficou conhecido por unificar o território pela força e por iniciar a Grande Muralha da China. O governante seguinte foi Han, que ficou conhecido por uma nova política e avanços em diversas áreas do conhecimento, a Rota da Seda foi feita por este governante. O reino caiu em uma crise tributária, o que dividiu o país em 3 e foi unificado novamente pela Dinastia Jin, que não tiveram sucesso em seu governo e foram retirados do poder e executados, dividindo o país em 2 até a nova unificação pela Dinastia Sui.

Os governantes Sui deram a base para a retomada da prosperidade e estabilidade no país que ocorreu em 618 d.C. com a Dinastia Tang, que ficou conhecida por manter aberta as rotas comerciais e melhorar as condições comerciais, expandir o território e incentivar novas linhas de pensamento e tecnologia. Houve um pequeno período de divisão devido a crises e problemas internos, onde os mongóis aproveitaram a situação para controlar o território chinês. A Unificação voltou na revolução dos camponeses chineses contra o domínio mongol, já no século XIV após expulsarem os mongóis um monge fundou a Dinastia Ming, que ficaram conhecidos por abrir o país para outras nações e incentivar a atividade marítima, principalmente a entrada de portugueses no país, está dinastia traria grande prosperidade até o século XVIII.

Aqui começa a vinda dos chineses ao Brasil, os chineses foram convidados a vir ao país em 1812 para introduzir a cultura do chá, ganharam diversas terras e iniciaram o plantio em várias áreas do país, os chineses conseguiram expandir a cultura e a população estreitando os laços de Brasil e China, em 1882 foi fundada a Companhia de Comércio e Imigração, que começou a trazer chineses ao país, que auxiliou no desenvolvimento agrícola do país.

REFERÊNCIAS:

https://pt.countryeconomy.com/paises/china
https://www.infoescola.com/historia/historia-da-china/
https://www.historiadomundo.com.br/chinesa
https://www.mundovestibular.com.br/blog/historia-da-china

Siga o Instagram da EXPOFEST e fique por dentro dos BASTIDORES do maior evento multiétnico do país!

Siga o Instagram da EXPOFEST e fique por dentro dos BASTIDORES do maior evento multiétnico do país!

POSTS RELACIONADOS